7 outfit day pra esses dias nublados

Oi Gurias, dia nublado por aqui então pensei em fazer um post para esses dias mais fresquinhos!

Eu sou fã da terceira peça, acredito muito que ela transforma todos os looks e cabe em todos os estilos. Em modelagens mais diferentes ela rouba toda atenção do look, e agora pra verão esses tecidos leves são ideais, tiram aquele friozinho do vento a noite e dão muito charme.

 

Combinar: bolsa, óculos e sapato <3 Esse vestido envelope valoriza vários tipos de corpos e além de ser feminino é super confortavél e ideal para o ambiente de trabalho!

Ah, esse modelo de mule está com TUDO!

 

Terceira peça de novo, mas dessa vez o #momjeans que está arrasando por ai. A modelagem é mais soltinha, mas não chega a ser boyfriend. Em dias de chuva eu gosto muito desses sapatos que “prendem” o pé, porque dão bem mais segurança no caminhar e usar cor no sapato é uma opção que poucas mulheres usam mas faz uma diferença muito grande, outro investimento que vale a pena pra dar um up na produção é bolsa de mão!

 

 

Amo composições com a mesma cartela de cores, acho chic e misturar peças e estilos então, super cool! Deixe sua mensagem, sua vitória, sua causa falar por você numa estampa de T-shirt, em um chapéu de palha lembrando o mar, deixe ser quem você é onde estiver!

 

Confesso que nunca usei amarradinho assim, mas amei e quero testar. E vocês?

 

 

 

A jaqueta de couro é sempre aposta certa pra quebrar qualquer look, quem lembra de Bruna Marquezine no casamento de Marina Ruy Barbosa? Em um outfitday, olha a inspiração abaixo:

 

Me julguem, mas se eu pudesse andaria só de cintura alta e cropped. Amo/sou hahahah Ah, e dizem por aí que o amarelo vai ser a cor do ano, será? Minhas apostas foram outras mas isso depende de cada gosto né?

Link do post com as minhas cores preferidas para 2018 aqui

 

 

Cabou-se, por hoje! hahah Mas se quiser ver mais:

3 Cores para apostar em 2018

10 Inspirações All Denim

 

Com todo carinho, Vanessa.

 

 

Tag: meus 5 sapatos preferidos!

Quer ver o sapato que faltou no vídeo? Clica aqui! 

Fiz esse vídeo com muito carinho e espero de coração que vocês gostem!

 

Esse vídeo foi um pedido da Beh uma seguidora lá do instagram, me manda tua sugestão de conteúdo também! Vou amar fazer!

 

Beijos, com carinho Vanessa.

Fatos sobre mim – Quer me conhecer mais?

Oii Gurias, tudo bem?

Não sei bem quantos fatos deu no final, mas contei não só coisas sobre mim mas o modo como eu penso sobre moda, sobre minhas escolhas, e minhas coisas favoritas <3

 

 

Espero que vocês gostem, e me mandem sugestão de conteúdo! Quero muito colocar as ideias de vocês em prática. Ah, e se não gostou me conta também porque sempre é bom melhorar!

 

Com carinho Vanessa – @nessadeandrades

 

3 cores para apostar na primavera e verão 2018

13 jeitos charmosos de usar lenço no verão

 

Bases nacionais que valem a pena!!

 

 

13 jeitos charmosos de usar lenço no verão

Vamos começar meu jeito preferido e super prático: na bolsa!

Pode ser de cor contraria, da mesma cor, pequeno, grande, como você preferir. Eu adorava dizer que era meu amuleto da sorte, porque não tirava dos looks, tinha que ter uma desculpa né? hahha

 

Adorei esses exemplos mais formais para trabalho. Achei um modo super chic de trazer estilo ao look e manter a elegância que alguns trabalhos necessitam, afinal nem todas podem (e querem) ser fashionistas 24 horas por dia.

Um ps especial pra essa croco caramelo mais puxada pro marrom, fiz minha mãe comprar um cinto pra ela nessa textura. Tô achando tão chic, vocês também? hahah Amei essa combinação com branco mas louca pra usar com linho. #dividimosoguardaroupasim

 

Lembra daquela historia de ajudar vocês a usarem a mesma peça em looks diferentes? Se não lembra clica aqui.

Faltou explicar o quesito estilo (e não vou parar com esse modelo viu? vai ter mais look nessa vibe), mas voltando ao foco essa foto vai explicar muito bem o que quis dizer com brincar com o estilo: a mesma peça em três mulheres, usadas de formas diferentes, porque não ser uma mulher e usar de todas essas formas?

Claro, tudo vai depender se essas formas cabem no teu estilo. O que eu quero mostrando essas três formas é te dizer pra ousar, procurando novas possibilidades para coisas que já usa a tempos.

 

E se o lenço for de um tamanho grande pode virar blusa sim! Inverta as funções e crie novas texturas. Eu usaria esse mood, na praia certamente <3

um ps especial pra esse cinto de corda da 2 foto!

Falando em cinto, os lenços funcionam muito bem como cintos e dão aquele up que falta na produção de vez em quando:

 

Gostaram? Eu amo usar, acho super charmoso e dá toda graça. Até nos looks de verão que não queremos muitos detalhes nos deixando com ainda mais calor.

Ah, ele pode substituir as chockers também, mas isso vocês já sabiam né?

 

 

Com todo carinho, Vanessa – @nessadeandrades

4 jeitos de usar Vichy e ser diferente!

Oi Gurias!! Como vocês estão?

Que saudade de escrever aqui. A trend de hoje é Vichy, um xadrez que a tempos faz sucesso e agora voltou com tudo. Vamos ver como usar, sem parecer que tá usando como todo mundo? hahaha

 

Dica 1: Os conjuntinhos podem ser maravilhosos, mas em muitos casos o over fica brega. Cuidado! E isso vale para todas as estampas.

 

A tendência do Vichy veio mais estruturada em tecidos menos fluidos, mas isso não te impede de mudar o tipo de tecido! Afinal o verão é charmoso como um tecido que fluí com o vento hahah #summerloversdecarteirinha

DICA: O Vichy está sendo muito usado em preto, mas o verão é colorido! Ousar na cor pode ser seu maior trunfo pra ser cool e antenada!

O sexy e o cool, são ótimos aliados para não parecer datada (aquelas que saíram do túnel do tempo sabe?), já que essa estampa vem a muito tempo. Ninguém quer sair parecendo que roubou a toalha do pic-nic, né? Mas lembra, tudo tem uma medida, o sexy e o cool podem se tornar brega rapidinho!

Um mood super bacana pra começar a investir e colocar o Vichy no armário pode ser pela camisa, uma peça super versátil. Usaria muito esse look:

 

Com todo carinho, Vanessa – @nessadeandrades

 

Lê esse post aqui e me da um conselho sobre o blog, sobre eu mesma, sobre a tua opinião? Tô te esperando!

Quem é a sua marca?

Ombro a ombro: o hit mais quente do verão!

Não é tendência, porque esse corte já é nosso amigo antigo né? Mas esse verão ele vai vir com força total! Mais feminino do que  nunca, com babado, tecidos florais, leves e cheio de caimento.

Esse modelo cheio de babados é ótimo pra quem não tem muito peito. O babado sempre dá volume, então, sempre que quiser criar volume em uma parte do corpo, o babado é uma ótima escolha, nesses tecidos mais leves ele ainda ganha fluidez e fica super charmoso.

Um jeito que eu achei super diferente de usar é com jardineira. Eu ainda usaria com coque pra mostrar bem o detalhe ombro-a-ombro. Gostaram?

Eu ando num amor a jardineiras haha mas não tenho nenhuma ainda.

 

Esse modelo de camisaria ombro-a-ombro é sensacional. Achei elegante e muito fashionista, vou tentar fazer uma assim com camisa mesmo e vê se funciona. Se funcionar passo a receita, combinado? haha fica ligadinha comigo lá no storie do instagram que eu mostro pra vocês.

Um jeito super prático de deixar o look chic com uma blusa ombro-a-ombro é usar com pantalona branca. Alias, a pantalona é uma ótima escolha em vários looks quando você quer ficar mais “arrumada”, porque não é nada óbvia e deixa o look super moderno e chic.

Esse mood aqui é tendência pura, as mangas volumosas e o xadrez Vichy são os queridinhos do momento por muitas fashiongirls. Para quem tem mais peito, esse modelo que encaixa o peito pode ser a melhor escolha.

Fofa né?

 

Escuta, não tá sabendo dessa trend de manga com volume? Então clica aqui e te atualiza. Afinal, pode não ser pra ti essa tendência mas saber que ela existe não faz mal pra ninguém né?!

O detalhe mais chic dos últimos tempos!

Gurias, por hoje é isso. As dicas que eu dou aqui te ajuda em algo? Me conta lá no insta e vamos bater um papo! Te espero no @nessadeandrades 

Com carinho, Vanessa!

8 formas de usar trackpants em um mood chic!

Oi Gurias, tudo bem por aí?

Trackpants ou para os mais chegados: calça de abrigo! hahah Como usar ela fora das atividades físicas ou academia?

1. Misturando a trackpantes com a jaqueta mais fashionista: bomber! As de paête funcionam muito com essas calças, para criar um mood mais chic. Eu iria até pra balada com uma calça dessas, topcropped poderoso e um salto! hahah Juro. 

2. Em uma pegada bem fashionista um hi-low poderoso sempre funciona. Principalmente essas grandes grifes em peças que não estamos tão acostumados a ver, gucci em moletom!

A bota branca, garante ao look um conhecimento de moda e tira qualquer ar de desleixo.

3. Vinho com azul, quem é essa gênia? AMEI! Muitas pessoas não sabem mas o azul é a cor que denota maior autoridade, elegância e prestigio. Mais até do que a cor preta, sabiam?  Isso porque nosso inconsciente trabalha muito mais do que nós imaginamos, azul é a cor do céu e é onde esta o limite para a maioria dos homens.

Os cortes retos e perfeitos também ajudam a transmitir autoridade e foco.

 

4. Conjuntinho completo: pode sim!

Esse é só dar crtl+c e crtl+v aí, funciona com certeza! Opte pelo sapato que mais te deixe confortável, adapte pro teu estilo e vai. Um ótimo jeito de personalizar pode ser por acessórios, que tal?

5. Camisa branca pra que te quero e voilà!

6. Scarpin!

Muitas mulheres não acham confortável essas sandálias de tiras, um sapato tão feminino quanto é o scarpin. Blusa com recortes como a de Camila, garantem feminilidade na medida certa ao look. Em produções monocromáticas (toda preta, toda branca, mais peças de uma cor só sabe?) invista em uma bolsa diferente!

7. Nível hard de fashionismo: ativar! hahahha Esse mood eu trouxe mais pra conhecimento, é um pouco difícil de colocar no dia-a-dia mas o que é muito interessante desse look é que, mesmo com tantos acessórios esportivos o look está CHIC!

8. Do meu jeito: Amei contrapor o preto com o vermelho nesse look, apesar de serem duas cores com presenças muito fortes o look não ficou pesado, esse ar esporte deixou o look leve, do jeito que eu amo!

 

Gostaram? Me contem, essa interação é muito importante pra mim! Só consigo saber se vocês gostam mesmo quando me falam, e também no que posso melhorar. É conversando que a gente se entende né? hahah. Espero vocês e me mandem o que vocês querem ver aqui!

 

Com carinho, Vanessa de Andrades. @nessadeandrades

Look do dia: Volume +cintura marcada

Oi Gurias, tudo bem com vocês?

Esse look ainda não usei no dia-a-dia mas vou usar muiiiiito porque amei! Vesti essa roupa para comemorar os 9.000 mil seguidores lá no instagram e já fotografei pra postar aqui pra vocês. Eu amo cintura marcada e já uso muiiiito, mas nunca tinha vestido essas mangas volumosas, mas sabe que eu amei!

 

Eu já tinha mostrado aqui no blog essa tendência pra vocês, pra quem não viu, pode clicar aqui e também vou deixar lá no final do post pra vocês.

Essa blusa ombro a ombro já me fez imaginar vários looks de primavera, preparem-se porque vou usar muito! haha. Achei ela super funcional para o dia-a-dia de trabalho, esse ar de camisaria que o tecido dela traz deixa um look formal combinado com uma calça de alfaiataria de um scarpin!

Como a manga traz muito volume, marcar a cintura garante um contraposto de formas muito interessante. Deixando o look como eu amo, bem feminino! Para quem gosta de looks oversize uma calça carrot combina bem.

Look completo!

 

Esse foi o meu jeito de reproduzir o look, mas lembra sempre: é o teu jeito que importa! Gosto de lembrar incansavelmente isso pra vocês porque eu acredito que é aí que está a diferença, já tem muita gente que segue padrões. Tem coisa mais linda do que desfilar por aí sendo você mesma? Segue o teu e vai!

Nesse post aqui tem mais demonstrações de como usar essas mangas: clica aqui!

Já vou dar um #spoiler só pra vocês aqui: estou criando um jeito de realmente te ajudar no dia-a-dia a traduzir o que você quer na roupa, vai ser de um jeito super prático e rápido mas que vai fucionar muiiiito! Aposto contigo! Nada de consultoria de imagem e estilo, e esse papo que já todo mundo cansada de ouvir. Vai ser um jeito de conhecer cada uma de vocês e realmente te ajudar a chegar onde tu quer. Me chama que eu vou, viu?  #mechamaqueeuvou

Com carinho, Vanessa. @nessadeandrades

 

O detalhe mais chic dos últimos tempos!

7 coisas que vão mudar o modo como você vê o mundo digital

Nesse final de semana tive a honra de participar do #CONEDI evento de empreendedorismo digital promovido pela @ajepoa 

E realmente posso dizer que me surpreendeu muito, diferente de vários encontros sobre o tema o Conedi trouxe conhecimento técnico e pratico: essa ferramenta, esse conhecimento existe mas como aplico no meu negocio?

Foram 3 dias de muito conhecimento e não teria maneira melhor de agradecer a oportunidade do que compartilhando 7 pontos que mais me chamaram atenção.

Em um evento de tecnologia e mundo digital o normal seria falarmos só de ferramentas, programação, dados analíticos né? O Conedi falou sim, de tudo isso mas eles ainda foram além, eles lembraram do cara que faz tudo isso acontecer: o ser humano.

  • 1 – Mídia Social não é lugar para vender algo!

 

Mídia social é um canal de relacionamento, relaciona-se. Em um mundo onde os produtos são tão parecidos em termos de qualidade e oferta, você já se perguntou porque o seu cliente escolhe você e não o concorrente? Ou vice-versa.

 

Relacionamento, identificação com a marca, experiência de compra e pós compra, podem ser algumas das respostas.  

  • 2 – Propósito: Em casa de ferreiro, espeto de pau.

 

A internet não deixa mais espaço para empresas que vendem uma coisa e entregam outra. Não adianta fazer toda uma ação de marketing sobre o feminismo por exemplo e não viver ele na prática. As pessoas sentem quando não é verdade.

 

Qual o teu propósito?

 

As pessoas que fazem parte da tua empresa precisam ecoar a mesma mensagem que você quer transmitir.  Sabe porque? A sua empresa não é o que você diz dela, mas sim o que as pessoas dizem sobre ela.

 

Qual a credibilidade que você tem com o seu público?

 

Deixe boas sensações no mundo e boas sensações não são transmitidas por robos, mas por pessoas.

 

  • 3 – A solução que você mais busca está no..

 

Conhecimento específico, reflexão e relacionamento. A criatividade não surge do nada, ela vem de um conhecimento e vivência do problema, ela vem da vontade de fazer melhor e mais fácil.

 

De mudar a vida das pessoas para melhor. O quanto você entende o seu cliente? O quanto você sacia as suas necessidades?

Você busca novos conhecimentos?

  • 4 – Experiência: viva experiências inesquecíveis.

O que melhor existe na vida do que viver? Cause o melhor no seu cliente. Proporcione a ele o melhor. O melhor momento, dia ou consumo.

 

O que é importante para ele? O que ele busca?

#conedi lotado 👏👏👏

A post shared by AJE/POA (@ajepoa) on

  • 5- Não tenha medo!

 

Medo do desconhecido. Medo de ser julgado. Medo do primeiro passo. Medo de perder o controle.

 

Essa colocação é um slide de uma das palestras e não é incrível? Eu sempre digo pra vocês: lembra que o medo não existe, ele é algo irreal. O medo só faz a gente pensar em todas as possibilidades que não dariam certo, e se o pensamento é a nossa maior arma para criar a realidade, vamos ocupar a nossa mente com pensamentos bons. (pode clicar aqui para ir para o post)

 

  • 6 – Seja um PDE  e não um PDV.

 

Essa eu escutei do Hector, um dos palestrantes. E achei fantástica. Se estudarmos vários cases de grandes empresas, vamos notar que todas elas viraram a chave e cresceram depois de entender esse ponto.

 

Porque ser apenas Pontos De Vendas quando podemos ser algo muito melhor: Pontos de Experiências.

 

A Melissa por exemplo não vende sapato de plástico.

 

A Netflix não vende filmes.

 

A Apple não vende tecnologia.

 

A Coca-Cola não vende refrigerante.

 

A Chanel não vende roupas.

  • 7 – O cérebro humano ainda é válido.

 

E nós andamos esquecendo dele, até nas indústrias mais “criativas”

 

As ferramentas de análises de dados são muito importantes, mas elas não descartam o pensar. Ainda é através da criatividade própria que se obtém os melhores resultados, ações e experiências.

 

Ferramentas transformam experiências em estatísticas.

 

Mas é a mente humana que possibilita o homem a viver novas experiências.

 

Obrigada a toda equipe AJEPOA e a todos os palestrantes, vocês foram e são sensacionais.

Com carinho, Vanessa de Andrades – @nessadeandrades #conedi

Leia mais:

A minha bandeira é o respeito!

Porque eu escolho todos os dias o caminho mais difícil? 

 

Dieta milagrosa: a felicidade está no caminho ou na chegada?

Demorei pra escrever esse post, e até pra falar com vocês sobre minha reeducação alimentar. Mas tudo tem seu tempo, não é? Talvez demorei pra falar sobre porque até eu duvidava que conseguiria me reeducar! hahah Sério!

Eu já gostava do meu corpo antes e isso não é mentira. Aliás nada que eu falo pra vocês é, sempre sou o mais sincera possível e amo que nossa relação seja assim <3.

Sabe aquele time da dieta louca? “Vou ficar um mês sem comer tal alimento”, aí esse mês passa e a pessoa conta os dias pra voltar a comer. Quando chega o tão esperado dia ela se farta até passar mal. E esse ciclo vai indo e não para. Quando nos damos conta, é a comida que está nos consumindo, e não nós comendo pra viver, não é? Vamos emendando dieta em cima de dieta e nunca chegamos no resultado almejado – chegamos no resultado que nos deixa com o corpo flácido e machucado desse estica e puxa.

 

Você já fez alguma dessas dietas citadas aqui embaixo?

SIM, eu era desse time. E sei que estou te pedindo para contrariar um mar de pessoas e diversos desafios de digitais influencers, que te convidam a acompanhá-las nas dietas DELAS. Mas só estou te pedindo para não seguir tais dietas porque eu realmente me importo com você, e porque sei que cada corpo é único! Cada uma de nós precisamos de uma coisa e o que funciona pra mim, não irá funcionar pra você.

Lembra que nesses desafios divulgados por aí, ELAS, na maioria das vezes, são orientadas por profissionais que conhecem o corpo e a necessidade DELAS e não as SUAS. Portanto, o corpo é seu ou dela?

 

Se precisar para um pouquinho aqui, reflete e depois continua lendo.

 

Graças a Deus, eu nunca desenvolvi nenhuma doença séria, dessas como anorexia e bulimia. Mas de tanto brincar, e falo no sentido mais literal, brincar mesmo, sem preocupação, sem orientação e sem responsabilidade com o meu corpo, cheguei em um ponto que estava sentindo ele todo machucado.

 

 

 

O meu corpo, de tanto emagrecer e engordar, já não aguentava mais essas dietas. Enxergava no espelho não só um corpo que não me agradava, mas uma felicidade que estava faltando. Digo quantas vezes precisar: Vida de dieta não é vida! A vida é uma continuidade, é o caminho e não a chegada. Essas dietas milagrosas só focam na chegada, e você precisa focar no caminho, porque é ali que a vida acontece!

O que a Ju fez/analisou e colocou em prática comigo? 

A Ju vai explicar tudinho:

“Eu fiz um plano de reeducação alimentar voltado para a estética, ou seja, o objetivo não era focar na perda de peso e sim na melhora da composição da alimentação e uma melhor distribuição de nutrientes.

Em um primeiro momento removemos todos os “extras”, minimizamos o consumo de industrializados, criamos a rotina de comer de 3 em 3 horas e reforçamos o hábito de manter a ingestão de água sempre em torno dos 2 litros por dia.

Somente com estas atitudes básicas somado ao tratamento com probióticos em cápsulas (melhorar a flora intestinal, absorção dos nutrientes e reforçando a imunidade) já conseguimos grandes resultados.

Sem suplementação (isso é muito importante) conseguimos reduzir o percentual de gordura sem perder massa magra (isso é muito bom), pois geralmente quando fazemos “dietas por conta” perdemos peso as custas de perda de massa magra e perda de água.

Ou seja, a perda de peso que tu teve foi única e exclusivamente gordura, com isso atingimos o objetivo estético da redução de medidas e a melhora considerável no aspecto da celulite.

Como estamos atingindo os nossos objetivos, a proposta é continuarmos com este trabalho estético, agora dando ênfase a outros aspectos da estética, como por exemplo começar a cuidar já da pele, preparando ela para o verão que vem aí”

Ela mara né gurias? Sou fã da minha nutri!

Qual era o meu maior vício?

Eu estava comendo cada vez mais doces e cada vez meu corpo precisava de mais e mais. Não conseguia fazer exercícios físicos porque passava mal e não tinha resistência nenhuma. Meu corpo tremia muito quando eu ficava sem chocolate. Tinha dias que passava mal e isso só passava quando comia chocolate, aí eu “voltava ao normal” – viciada reaaaal mesmo!  hehehe

Quando cheguei na Ju, minha nutri, logo falei do chocolate e o quanto precisava dele. Logo ela me disse, que o meu corpo não estava com baixo açúcar e sim com excesso de açúcar. A Ju, que obviamente é cheia de conhecimentos e estudos sobre, me explicou muiiiitas coisas sobre o açúcar. Ela me falou sobre várias informações que eu desconhecia, e foi um desafio! Difícil mesmo, de chorar real! hahah agora eu começo a rir quando lembro mas na época foi bem difícil!

 

Porque demorei tanto pra procurar uma nutricionista?

Demorei bastante pra procurar uma nutricionista, porque não queria alguém que fizesse do mercado minha maior conta no final do mês. Cheio daqueles potes gigantes de comida em farelo que, no fim, são igual a esteiras, viram cabides em casa.

Eu não queria mais dieta. Queria alguém que entendesse minha rotina e me auxiliasse num plano alimentar de vida real.

Acho que eu finalmente tinha entendido que perder em pouco tempo não significava garantia de equilíbrio, qualidade de vida, e que a perda respeitando o nosso corpo sim, trazia tudo que eu queria no tempo certo.

E hoje, graças ao conhecimento da Ju, eu entendo que a suplementação não é algo ruim, quando usada da forma certa, na quantidade certa. Mas que a suplementação não é a base da reeducação, a base é comida de verdade.

 

O que eu não gosto de comer?

Eu amo comer! E como de tudo. Talvez esse seja meu maior ponto positivo. Salada, legumes, arroz, massa, molho, haha TUDO, e até as que não são saudáveis como fritura e doces. Se você me perguntar “do que você não gosta, Nessa?” Acho que nem sei responder. Até sei: não gosto dessas coisas industrializadas que dizem ser saudáveis. Prefiro minha fruta, meu pão caseiro (e antes que me julguem pelo pão, aguardem!) e minhas marmitas.

 

Foi difícil esse início de reeducação alimentar?

Eu ainda estou no início, faz 2 meses que conheci a Ju e comecei o meu acompanhamento. Mas não vou mentir, foi duro. Principalmente porque EU decidi cortar o doce, eu vi o quanto ele estava me fazendo mal, e asseguro que eu era uma formiga chefe, de carteira assinada e com trabalho nos 3 turnos! hahahah Faz dois meses que não como nenhum tipo de doce e resolvi mudar porque eu notei que não ia conseguir viver saudavelmente com o doce se não desse esse tempo de adaptação.

Tenho até uma história para compartilhar sobre isso. No primeiro ou segundo dia de reeducação alimentar fui comer antes de ir pra academia, em uma padaria, até aí tudo bem. Pedi minha torrada de pão integral e estava aguardando, quando um rapaz se sentou na mesa da frente, com um enorme pedaço de bolo de chocolate. E uma dor enorme bateu no meu coração e meus olhos encheram de lágrimas (juro!) e não estou exagerando, aquilo realmente doeu dentro. Porém, eu venci.

 

Umas semanas depois, estava secando a louça pra minha mãe. E aqui em casa é repleto de chocolate, sério, daquelas coisas que nunca faltam. E a minha mãe, para me ajudar na reeducação, escondeu todos os chocolates. Então, fui pegar o pano de prato para secar a louça e adivinha onde ela tinha guardado? SIM, embaixo dos panos de prato! Meus olhos novamente encheram de lágrimas (hahaha) e eu senti vontade de abraçar os chocolates como se fossem uma pessoa que eu amava e não via há tempo. Porém, de novo, eu venci.

Até sonhar com uma mesa cheia de coisas gostosas eu sonhei, sabe aquelas cenas de alguém todo lambuzado de chocolate e querendo comer tudo o mais rápido? Bem assim! Confesso que acordei assustada. Mas, eu venci.

E, assim, mais algumas coisas aconteceram, já na terceira semana eu estava com um mal humor insuportável e a vontade de matar alguém…

 

Quando parei de sentir falta do doce?

Foi na quinta semana. No final da quarta eu já não acordava mais com a vontade do doce, mas ela batia de vez em quando. Depois na quinta, começou a ficar mais tranquilo e hoje não sinto mais falta. Não é algo que vou banir da vida, mas por enquanto não sinto a necessidade, então não vou consumir.

 

O que mais mudou na minha alimentação?

A quantidade da porção e a quantidade de vezes que eu como durante o dia. Antes eu comia 3x ou 4x durante o dia, em grandes porções. Hoje eu tenho 6x ou 7x refeições com porções menores que igualmente me saciam.

 

É difícil fazer a alimentação do dia com tantas refeições?

Eu acho que tudo é questão de organização. Para organizar a alimentação que levo para rua, por exemplo no período da tarde que sempre fico fora e só volto a noite (estamos falando de 3 refeições) levo mais ou menos 30 min. E o que eu mais amo, é que o app dá um aviso com a hora da refeição e você não corre o risco da hora passar! <3 E fora que a segurança de nunca passar fome é ótimo porque sempre tenho comida na bolsa hahaah (meu cérebro é de gordinha ainda, desculpem). Mas respondendo a pergunta: acho tranquilo, basta se organizar!

 

Quais resultados você já teve?

Eu, particularmente fiquei muito feliz com meus resultados, não foram enormes mas também não deixaram a desejar. Vou colocar as métricas aqui pra vocês analisarem:

No primeiro mês, eu perdi mais peso do que medida e agora eu perdi mais medida do que peso. E isso é super normal segundo minha Nutri. A Ju me explicou que isso é questão de intestino e corpo, ou seja, CADA UM TEM O SEU.

 

 

Nessa, você jaca muito?

Não, não tiro o dia da jaca. Mas quando estou com vontade de comer algo, eu como. Em uma refeição sabe? Não o dia todo. Eu sou enlouquecida por hambúrguer e comi durante esses meses sim, mas nada como antes. Quantidades bem menores e menos vezes também! hahaha

 

Dica de coração:

Indico pra vocês minha nutri, Juliana Ziebell, que eu amo e confio de olhos fechados! Indico ela pela atenção que ela tem com cada paciente. A preocupação em entender a rotina e aliar a alimentação de um jeito que você consiga se organizar para cumprir é o que eu mais amo, fora o fato dela trabalhar com comida simples, comida de verdade. Como eu trabalho bastante com a minha imagem e sei da importância que ela tem para mim, a Ju se encaixou direitinho! Ainda mais porque ela está fazendo pós em nutrição clínica e estética, então a minha reeducação potencializa os procedimentos estéticos que faço. Ela também compartilha várias receitas, no instagram e no dietbox que os pacientes têm acesso! A minha nutricionista atende em Santa Cruz do Sul e para entrar em contato:

Nutricionista CRN2 13199 Nutrição Clínica e Estética (em andamento)

Borges 3711 6987

Deodoro 2109 1676 ou 2109 1776

Santa Cruz do Sul – RS – Brasil m.facebook.com/Juziebellnutricionista

 

Espero que esse post inspire você a se cuidar mais, a prestar mais atenção das fontes que você bebe e que muitas vezes não te fazem bem – cuideo que você na internet! O que mais importa é a nossa saúde. Óbvio que todas querem se sentir bonita, mas precisamos entender nosso corpo… Com o meu biotipo, por exemplo, eu nunca vou conseguir ser uma Gisele. E está tudo bem se for assim! Porque mesmo não sendo a Gisele, no meu tipo de corpo, no meu estilo de vida, consigo ter os resultados e a saúde que preciso.

 

Alinha os seus sonhos à sua realidade e vai sem medo! Ou com medo mesmo, hehe. Mas lembra que o medo não existe, ele é algo irreal. O medo só faz a gente pensar em todas as possibilidades que não dariam certo, e se o pensamento é a nossa maior arma para criar a realidade, vamos ocupar a nossa mente com pensamentos bons e o nosso corpo com uma alimentação saudável, dentro da realidade de cada uma de nós.

 

Com muito carinho, Vanessa de Andrades – @nessadeandrades